quinta-feira, 13 de maio de 2010

Crepúsculo Vermelho de Laura Elias

Quando eu penso : - Chega, não aguento mais livros de vampiro!  Um novo livro da literatura-com-presas cai em minhas mãos e eu sou consumida pelo seu suspense, mitologia e paixão. E foi isso que aconteceu  nos últimos dois dias, na qual  devorei dois livros que dão inicio a mais duas séries vampirísticas de tirar o fôlego, ou melhor, de gelar o sangue. Foram eles Crepúsculo Vermelho da autora brasileira Laura Elias e Noite Eterna de Claudia Gray sobre o qual falarei amanha.
Laura Elias é uma autora brasileira com diversos romances de banca publicados pela Editora Mythos sob diversos pseudônimos. Crepúsculo Vermelho é  um dos seus romances lançados em formato de livraria e que dá inicio a trilogia Red Kings, cuja temática vocês já sabem: são os nossos adorados/odiados X bons/maus vampiros.

Megan é uma garota normal de 17 anos. Bem, normal até pelo menos  um mês, quando começou a ter dificuldade para dormir e sonhos misteriosos. Sua vida  vira do avesso quando de repente fica doente exatamente no mesmo dia que o astro da famosa banda de rock os Red Kings of Dark Paradise. Ao mesmo tempo em que ela não vê a conexão que vai surgindo   entre ela e o belíssimo líder da banda , cuja voz ela escuta em seus devaneios, aparece Simon um garoto misterioso e com olhar hipnótico que se mudou da Europa e foi estudar na sua escola.

Nem Simon nem Bill (não o Compton gals,  mas tão charmoso quanto) são exatamente humanos, seriam eles vampiros? Ou outro tipo de ser mitológico com gosto por sangue?
Crepúsculo Vermelho é  uma história eletrizante, repleta de suspense do inicio ao fim. Onde nada é aquilo que parece muito menos os nossos conhecidos - e adorados- vampiros.   
Laura diferente de outros autores brasileiros que li nos últimos tempos conta sua história bem longe do Brasil. A história deste triangulo amoroso se passa em Red Leaves, uma cidade pequena ao norte dos Estados Unidos e perto da fronteira com o Canadá.  E a história a principio lembrou muito à adorada/odiada série Crepúsculo da Stephenie Meyer, mas isso foi apenas um lampejo, principalmente após as revelações bombásticas de Simon sobre sua espécie, os rovdyrs, e o que são realmente os vampiros.

Como era de se esperar cai de amores pelo charme irresistível de Bill ( o gatão da capa), uma mistura de  Bill Compton + Eric Northman encontra Adam Lambert. Quem resiste à uma roqueiro sensual, misterioso e carinhoso?
Um livro voltado para o público jovem adulto que foi muito além de qualquer expectativa. Com  uma  mitologia original e uma narrativa invejável,  foi impossível largá-lo antes do final (comecei as 10 da noite e terminei  perto das quatro da manha, o que me deixa uma notívaga muito parecida com a Megan).
Não posso deixar de comentar também a trilha sonora que vai do meu adorado Queen à outras bandas fantásticas de rock, do tipo nota 1000! E a capa, então? Nem se fala, me apaixonei desde que vi pela primeira vez.
Vampiros + Rovdyrs e muito Rock and Roll
Mal posso esperar o segundo livro da série que sai  provavelmente em junho, e se chamará Lua Negra.

E sabe o que é mais legal? Sábado vou lançar uma super promoção em parceria com a autora Laura Elias. Vocês, minhas leitoras fofas, vão ter a chance de ganhar dois livros autografados!

Mais sobre Crepúsculo Vermelho  e Laura Elias em:

18 comentários:

  1. Agora com certeza eu vou à falência!!! Amo livros de vampiros e esse está pedindo para fazer parte da minha coleção! hehehe
    Adorei a resenha!
    Vou esperar a promoção!! Vai que tenho uma sortezinha! hehe
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  2. Que ótimo você resenhar o livro da Laura Elias lançado pela Mythos Books.
    Nós do blog também lemos e o achamos muito legal, inclusive fizemos uma promoção que teve uma ótima participação.
    Com certeza no Lost também será sucesso.

    ResponderExcluir
  3. Cara, tô dando um tempo pros vampiros. Agora só mesmo lendo Vampire Academy e assistindo Vampire Diaries. Mas esse aí parece ser bom. :)

    ResponderExcluir
  4. Noossa, fiquei SUPER curiosa agora!! Quero ler esse livro! Essa resenha sua me deu uma vontade louca de lê-lo RIGHT NOW! IUHAIUAHSIUAH Ai, essa vida de bookaholic! Adorei muito!!!!

    ResponderExcluir
  5. Poxa Julianna eu que não tinha me interresado por esse livro adorei.
    Ai tá tão dificil ler...sabe...tó tão cansada.

    Mas irei ler sim, e quero ler esse livro me interresei muito.
    ainda acho que a capa poderia ser melhor.

    Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  6. ah, acho que essa modinha de vempiros ja deu...

    ResponderExcluir
  7. O cara da capa está com cara de R@wr! Que medo...
    Bom, não sou chegada em história com vampiros e acho que estão saturando o mercado com tantos títulos, mas sendo uma autora nacional, acho que vale a pena dar uma olhadinha.

    ResponderExcluir
  8. Adoro Crepúsculo Vermelho *.* o meu é autografado!

    ResponderExcluir
  9. Uau... a banda tem um senhor nome, hein!!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Bom... Eu já me cansei dessa onda de vampiros, de tanta gente falando, até parece que eu já conheço todos. Só li os de Crepúsculo e quero ler a série A Caçadora (someday), os outros eu passo, rs.

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Galera, eu sou a ÚNICA a detestar capas com a foto inteira do personagem? Não dá espaço para a gente imaginar, na boa!! Não gostei da arte, a história não me chamou a atenção e já DEU isso de vampiros, né? Crepúsculo não é nem metade do que falam, True Blood e Vampire Diaries são bem melhores.. Enfim. Agora é um inferno ficar vendo essas cópias de Twilight por ai, ainda mais por uma escritora brasileira que teve a coragem de lançar o livro com os dizeres "o novo best seller da autora".. O que me leva a conclusão de que os livros teen brasileiros são fraquíssimos, a exemplo da infantil Thalita Rebouças. Só Paula Pimenta salva.

    ResponderExcluir
  12. Carol, a Laura já tem mais de 35 livros escritos, sendo mais de 15 lançados e com uma ótima vendagem para autores brasileiros, por isso acredito que seja um best seller. Fico triste quando as pessoas não dão credibilidade para um autor por ser brasileiro.

    ResponderExcluir
  13. Ju (xará), mas então os outros são best sellers, e não esse.. Né? E eu já dei uma folheada nesse livro, não é bom não =( Acho que ela não desmereceu a Laura por ser brasileira, e sim a literatura teen em geral.

    ResponderExcluir
  14. Eu ja li Noite Eterna...é ótimooo...e vale muitoo a pena ler mesmo!

    Bjus

    ResponderExcluir
  15. Nossa!!! Adorei a resenha, me deu uma vontade imensa de ler... Nuncaa ouvi falar dessa escritora, mas só pelas informações dela e o tipo mitológico dos livros dela... Já me apaixonei!!! Ela é demais... Estou esperano Lua Negra!!!...
    BjãoO

    ResponderExcluir
  16. Adorei o livro Crepusculo vermelho, e mais ainda o Lua Negra. Já estou esperando ansiosamente o próximo livro *-*. Estou amando essa saga, indico para todos :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. poderia posta sobre os novos livros!

    ResponderExcluir
  18. não li, mas pela resenha me parece que ela esta tentando fazer uma cópia da saga crepusculo, o que eu acredito que não vai conseguir!!!

    ResponderExcluir

Um lugar para se discutir sobre a literatura conhecida como Chick–Lit. Romances, leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna,inteligente e audaciosa. Resenhas e entrevistas exclusivas!


Regras
- Comentários Anônimos não serão publicados nem respondidos.
- Não faça propaganda de blogs/sites nos comentários.
- Não peça parcerias pelos comentários, use o Formulário.
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Respostas sempre nos próprios comentários.

Os comentários dos leitores não refletem a opinião da autora do blog, e são de responsabilidade exclusiva dos mesmos.