quarta-feira, 24 de março de 2010

Uma cama para três de Carmen Reid

Fiquei tão empolgada com a possibilidade de entrevistar a autora Carmen Reid, que acabei deixando para escrever esta resenha depois de ter perguntando algumas coisas sobre o livro.
Uma cama para três foi o primeiro livro da autora, e o primeiro a ser lançado aqui no Brasil pela Editora Bertrand Brasil em 2008.
Apesar do título, não, a história não é centrada num triangulo amoroso. Pensando bem talvez seja sobre um triangulo amoroso, só que diferente, entre mãe-pai e o novo bebê que vem a caminho.
Bella é uma super executiva, totalmente profissional e workaholick, recém casada com Don, um jornalista que vive viajando e que não quer ter filhos. Bella começa a planejar um bebê, sem Don ficar sabendo que ela parou de tomar a pilula, e tentando conciliar o trabalho agitado ao papel de mãe.
E como vocês podem imaginar isso não foi nada fácil, desde a chefe solteirona que simplesmente odeia crianças, ao chefe gato que vive lhe dando bola, e a levando para o mau caminho, nada era como Bella romanticamente imaginava.
Os enjoos matinais, os exames pré-natais e as mudanças de humor são apenas o começo de uma serie de mudanças drásticas em sua vida. Como ela pararia de trabalhar durante a licença maternidade sem perder seu espaço para o novo consultor, mais novo e arrogante, que vem tentando lha puxar o tapete?
Como  achar, escolher, comprar, reformar uma casa quando  se trabalha mais de 60 horas por semana?
Bella é tão centrada no trabalho que claramente não aproveita o processo de descobrimento que é uma gravidez, chegando ao ponto de ser irresponsável quanto a saúde do bebe faltando as consultas médicas.
O que reforça  a opinião de que ser mulher e viver uma rotina dupla-tripla não é nada fácil. Carmen Reid  relatou neste chick lit  um tema importantíssimo para o mundo feminino. Um tema  tão atual que faz parte da rotina de varias mulheres que conhecemos.
 Com o nascimento de Marky, Bella finalmente cai na real e para para pensar e organizar sua vida. Como ela poderia conciliar dois mundos que ama, sem comprometer os dois por completo.
Uma história sobre escolhas, muito pessoal para autora ( ela decidiu largar o emprego após o nascimento do primeiro filho), que mostra o quanto é difícil  exercer o papel de mãe e de mulher moderna.
Tenho que admitir, passei grande parte da leitura com raiva da Bella, por ela  simplesmente querer um bebê mas  não dar  a devida atenção  à sua gravidez.  Cada vez que ela bebia ou fumava pensava, meu deus o que essa mulher está fazendo?? Isso ela pode resolver, for christ sake!
No entanto, no decorrer da narrativa, vamos percebendo o seu amadurecimento,  e apesar de não considerar nada ortodoxa sua forma  dela lidar com eles, vamos vendo a sua evolução como personagem e como mulher.
Como falei no livro anterior "A Terra Tremeu" (leia resenha aqui),  a narrativa da Carmen é perfeita, seus personagem são verossímeis, seus temas super atuais e bem escolhidos. E apesar de preferir o anterior ( Eva é  uma das minhas personagens preferidas de todos os tempos), adorei Uma Cama para Três.  
Espero que não demore mais dois anos para o próximo lançamento da autora no Brasil. Estou morrendo de curiosidade para ler sua série voltada para o publico juvenil, e não sei se consigo esperar tanto. 








Veja a Entrevista com a autora Carmen Reid aqui
Leia a resenha do Livro A Terra Tremeu Aqui 
 Participe da promoção A Terra Tremeu e leve os dois livros pra casa!



11 comentários:

  1. Nossa Julianna, ficou perfect a resneha , tó com muita vontade de ler os dois livros mais, acredito que vou amar mais a Terra tremeu of course.
    Mais, gostei muito da Bella, apesar do que parece, ela ser bem irresponsavel ne ? srsrs
    amei*

    ResponderExcluir
  2. Olha você está definitivamente me matando com as suas resenhas,descreve tão bem e resenha um livro que faz eu querer desesperadamente lê-lo,adoro vc beijos;**

    ResponderExcluir
  3. Muito boa sua resenha, me deu muita vontade de ler o livro. Eu espero que a Bella do livro tenha encontrado um bom meio termo, já que vi que a própria autora acabou parando de trabalhar, acho que meio termos são ideais.

    ResponderExcluir
  4. Ah, pelo nome e pela capa eu não imaginava que a história era assim...
    Adorei a resenha, Julianna!!! =)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que gracinha que deve ser esse livro.
    Como eu já te disse uma vez, não sou das mais experts em chick-lit, mas prometo dar uma chance em breve a um desses ai!
    Quem sabe eu não ganho a promoção e começo com A terra tremeu???

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Tô achando que vou ter que descongelar aquele meu cartão de crédito para emergências que fica no fundo do freezer (aprendi com a Becky Blom...hehehe) para comprar esse livro!! Depois dessa resenha é impossível não querer correr pra livraria!!! rs...
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  7. Ju,

    Adorei, o livro parecer ser ótimo. Estou com saudade dos chick-lits embora tenha uns aqui mas ainda não li rs

    Vc ta sumida amiga, saudade ;)

    bjoo

    ResponderExcluir
  8. Jú, como sempre, adorei a resenha!

    O livro parece ser ótimo mesmo... nunca pensei que a história fosse assim!
    Ai, ai... lá se vai a minha conta bancária! rsrs

    Beijos**

    ResponderExcluir
  9. Oii Ju!
    Nunca iria imaginar que a história era essa, se fosse pelo titulo poderia jurar que era um triangulo amoroso! hauhauhauhauha :)
    Muita boa a resenha Ju, adoro como vc é honesta qndo fala dos personagens/histórias.. :D
    Gostei dos dois livros da Carmen, huahuahuah os dois parecem ser tão legais! =DDD
    beijos!

    ResponderExcluir
  10. Nem em fala Giu!! Estou a un tico que de pedir o primeiro da série juvenil!!!
    Camila, tá realmente na hora de descongelar o cartão!!

    Obrigada pelo Carinho meninas =o***

    ResponderExcluir
  11. Este livro é muuuito divertido!!!Vale a pena ler meninas!

    ResponderExcluir

Meninas (e eventuais meninos) as respostas aos seus amados e estimados comentários será feita no próprio blog, ok?? Responderei logo abaixo dos seus comentários.

Regras
- Comentários Anônimos não serão publicados nem respondidos.
- Não faça propaganda de blogs/sites nos comentários.
- Não peça parcerias pelos comentários, use o Formulário.
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.

Os comentários dos leitores não refletem a opinião da autora do blog, e são de responsabilidade exclusiva dos mesmos.