sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Entrevista com Melissa Hill do livro Preciso te contar uma coisa!

Quando li Preciso te contar uma coisa recém saído do forno em  outubro, simplesmente me apaixonei pela história, pelos personagens e pela narrativa da irlandesa Melissa Hill. Esperei passar  - digamos agoniada- a época de fim de ano para das continuidade a minha empreitada de entrevistas - exclusivas- internacionais. E a Melissa foi a primeira que me veio a mente,  porque ela foi super querida comigo quando  deixei um recadinho para ela no Twitter.  Então hoje finalmente posto uma das entrevistas que mais gostei de realizar...

Melissa Hill

Tenho que confessar, foi uma das autoras que tive maior dificuldade em encontrar dados biográficos, no entanto fica claro que  Melissa Hill é uma das mais bem sucedidas autoras da Irlanda. Possui 8 romances publicados, traduzidos em 9 idiomas, sendo que o primeiro "Something you should Know" (Preciso te contar uma coisa) chegou ao Brasil  em outubro, lançado pelo selo Essência da Editora Planeta. O seu ultimo lançamento na Irlanda, "Please forgive me", tornou-se o mais vendido no país na semana do seu lançamento, superando outro livro seu, o "Before I forget".

Agora vamos ao que interessa!

Julianna: Something You Should Know  foi o seu primeiro romance. Como foi o processo de publicação do seus primeiro livro? Você achava que o sucesso ia ser tão grande de primeira?
Melissa: Eu não tinha nem ideia  de que ia ser mesmo publicado, sem falar em tantos países diferentes! Quando comecei a escrever o livro, era apenas para mim e ninguém sabia que eu estava escrevendo. Quando eu acabei e comecei a mostrar aos amigos e a família, todos adoraram e  me pediram para enviar à uma editora, que me ofereceu um contrato para o livro quase de imediato. Eu estava me sentindo na lua e me sinto da mesma forma cada vez que é lançado em um novo país.

Julianna: O livro "Preciso te contar uma coisa"  acabou de ser lançado no Brasil. Como você se sente em saber que o livro foi traduzido para o Português? Você acha que as mulheres brasileiras vão se identificar com a Jenny?
Melissa: Fiquei especialmente feliz com a publicação brasileira, eu visitei o seu belo país no ano passado e cai loucamente apaixonada por ele. Acho que os brasileiros são maravilhosamente acolhedores e simpáticos, tem um grande senso de humor e gostam muito de conversar (um pouco como os irlandeses!). Por esta razão, eu gostaria de pensar que as mulheres brasileiras vão se identificar com Jenny e  com os outros personagens no livro. Não importa de onde viemos, todos nós tendemos experimentar  as mesmas dúvidas sobre nós mesmos e conflitos semelhantes em nossos relacionamentos.

Julianna: O que você achou da capa da edição Brasileira?
Melissa: Eu adoro a capa – ela  é realmente um das minhas  preferidas e quando eu vi, eu coloquei no Twitter, Facebook e no meu site www.melissahill.info para que todos pudessem vê-lo! É tão colorida e bonita e está em um lugar de orgulho na minha estante.


Julianna: Você sempre sonhou em ser escritora, ou  foi algo que surgiu ao acaso? Tem algumas dicas para as mulheres brasileiras que querem ser escritoras?
Melissa: Eu sempre gostei de escrever na escola, mas nunca  realmente considerei isso como uma carreira, porque eu senti que seria muito difícil de entrar. No entanto, eu tive muita sorte de que um editor gostou do meu primeiro livro, o suficiente para publicá-lo e eu não olhei para trás desde então.

Como mencionei na minha primeira resposta, foi algo que  realmente surgiu por acaso e eu tive muita sorte, pois isso pode ser um negócio difícil de se "entrar". No entanto, a minha experiência prova que é possível, meu conselho para qualquer um  que gostaria de ser um escritor é ler o máximo que for possível para que você possa aprender todas as dicas do comércio, e depois, a mais importante - basta escrever ! Mesmo que seja só um pouquinho a cada dia - todos aqueles pedacinhos podem rapidamente se tornar  em centenas de páginas. Além disso, não fique muito assustado com os livros publicados que você lê,  todos os escritores tiveram que começar por algum lado, e nós  ainda estamos aprendendo  à medida que avançamos.

Julianna: Eu li que normalmente você não se inspira em amigos e familiares para a criação de seus personagens. Mas como você escolhe os nomes dos personagens? Você faz alguma homenagem? Você também escolhe os títulos dos livros, ou é algo que a Editora tem influencia?

Melissa: É engraçado, escolher o nomes dos personagens é como tentar nomear um novo conjunto de crianças a cada ano - por isso muitas vezes eu  consulto livros  de nomes de  bebês para tentar encontrar os nomes adequados para eles! Eu também escolho os títulos de cada livro, como eu penso em meus livros como meus 'bebês' e como eu tenho trabalhado tão longo e duro sobre eles eu odiaria que alguém  desse os seus nomes - uma vez que seria quase como alguém nomear seus filhos!

Julianna: Jenny construiu sua vida em cima de uma mentira, mesmo sabendo que algum dia ela poderia ser revelada. Segredos fazem parte da vida das pessoas diariamente.  Você conseguiria viver com um segredo como o de Jenny? O que faria se tivesse que revelá-lo. E a melhor de todas:Você tem algum  grande segredo com o aquele? 
Melissa: Jenny tem um segredo muito grande e se sente culpada por mantê-lo, mas a ela não o revela porque sabe que vai deixar triste muitas pessoas, e que vai  virar sua  vida  feliz de cabeça para baixo. Acho que a maioria das mulheres na mesma situação provavelmente se sente da mesma forma. É um risco enorme revelá-lo, pessoalmente se eu tivesse um segredo,  eu acho que me sentiria da mesma forma, e não gostaria de magoar as pessoas. E não, eu nunca tive um segredo tão grande, e se eu tivesse já teria sido revelado em algum momento a todos, eu não sou boa em guardar segredos!

Julianna: Karem é a minha personagem favorita em Something You Should Know. E apesar do choque e todo o sofrimento acredito que ela lidou muito bem com a situação.  Gostaria de saber se desde que o livro foi lançado as leis irlandesas sobre relacionamentos estáveis foram modificadas, e o que você acha delas. Você se baseou em algum caso real para criar a história de Karem e Shane?
Melissa: Eu não me baseei  a história dela em um caso real, mas estava muito consciente desta a situação legal na Irlanda, no momento e acho que muitas pessoas não percebem o quão frágil a sua situação pode ser, se algo terrível esteja para acontecer. Eu senti que era importante destacar isso, e é claro que também ajudou a criar grandes dramas e dilemas na história.

Julianna: Você já sabe qual o próximo livro que será lançado no  Brasil?
Melissa: Sim, o próximo livro a ser lançado no Brasil será "Wishful Thinking", embora  eu ainda não saiba o título em português ou a data de lançamento, mas eu espero que seja ainda este ano.

Julianna:Você acabou de lançar o romance “Please Forgive me” que se tornou o livro número 1 na Irlanda logo na semana do lançamento. Como você se sentiu quando soube da aceitação instantânea do seu novo livro. E sobre o que ele se trata?
Melissa: Eu estava nas nuvens com a reação das pessoas ao livro, e que tanta gente saiu e comprou-o imediatamente. Eu ainda não acredito muito que tantas pessoas queriam lê-lo, e este é um grande elogio.
Please Forgive Me é sobre uma garota que encontra um maço de cartas de amor não lidas em uma casa que está alugando. Eles são de um homem desconhecido para sua amante, e são todos assinados "Please Forgive Me '. Intrigado com suas palavras, ela tenta descobrir a história por trás deles.

 Obrigado Novamente Melissa =o*



Mais sobre  Melissa Hill



Deixo vocês com a Capa brasileira  e  ao redor do mundo =o*



Ps: Este é o segundo post do dia de hoje, leiam o anterior,  principalmente o PS, com carinho  = o**

22 comentários:

  1. Ju, eu sairia correndo de casa pra comprar esse livro agora mesmo se não estivesse com o pé engessado! Você vai me levar à falência com todos esses livros maravilhosos que você divulga! hehe
    A entrevista está demais! Suas perguntas são muito inteligentes!!
    Parabéns
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  2. Oeoe, mais livros para a minha lista! Como disse a Leitora Compulsiva, você vai nos levar a falência XD

    Eu amei essa entrevista, sério. Adorei o fato da Melissa Hill procurar nomes dos seus personagens em livros de nomes para bebês, porque eu também faço isso o tempo todo!
    Eu também gosto muito da perguntas que você faz, são bem interessantes ^_^

    ResponderExcluir
  3. Oi, amiga concerteza a Melissa é uma fofa. Quero ler todos os livros dela.
    Juliana parabéns como sempre você está fazendo um otímo trabalho vio? Amei a entrevista tudo de bom!
    Miga, você concerteza é a melhor pessoa naquilo e em tudo que você faz!
    Não se importe com algumas opiniões adversas. Você está indo muito bem, e você sabe que está.
    O Lost in Chhcik- Lit´é o melhor blog sem sombra de duvídas sobre Literatura Chick-lit.

    Tenho orgulho de ser sua amiga vio?
    Você para mim é um presente , mais do que amiga uma irmã e você sabe disso.
    Bjos te adoro muito.
    Coninue fazendo esse super trabalho.
    Te adoro.

    ResponderExcluir
  4. As mais internacionais! Eu tb tenho mto orgulho de ti! E ainda por cima, vc acerta em cheio nas perguntas! Bjo, Ju, bom finde!

    ResponderExcluir
  5. Tá muito chique com essas entrevistas! *-*
    Aliás, gostei dessa tanto quanto das outras. Vou procurar ler os livros da Melissa. :D

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ótima entrevista, como todas que vc fez.

    Esse novo livro dela tem um que de mistério romântico que eu adoro. Espero que seja lançado o quanto antes por aqui.

    ResponderExcluir
  7. Olá Ju,como sempre amei a entrevista com a Melissa!Simplesmente maravilhosa,deve de dar um trabalhão traduzi-las não é mesmo,beijos flor!

    ResponderExcluir
  8. Juliana, vc enche a gente de inveja (boa, óbvio) com essas entrevistas com autoras internacionais. Aumentou minha vontade de ler o livro que já era grande.
    Amei :*

    ResponderExcluir
  9. Juuu, adoreii adoreii a entrevista!
    Eu virei fã da Melissa depois que li Preciso te contar uma coisa,
    e eu fiquei morrendo de vontade de ler Please Forgive Me dps q vi uma resenha.. mas eu não achei pra vende em lugar nenhum =/
    Vou procurar a sinopse do proximo livro a ser lançado aquii hahahah
    Parabeeens pela entrevista!
    beijoos

    ResponderExcluir
  10. Ei Ju,
    Quase que comprei este livro ontem menina, na promo da saraiva vc viu? Mais tava dando 200 e tanto kkkkkkkkkkk ai fui tirando os mais caros esperando q abaixe depois rsrs. Mais consegui pegar Tem alguem ai? e Sempre ao seu lado que conheci aqui no lost ;0

    Estou adorando estas entrevistas, pq normalmente não temos muito contato com as autoras internacionais, e é muito legal verem elas falarem sobre o processo de produção e sobre o que acham do Brasil, adorei todas.

    Ali em cima em "não deixe de conferir... o aqui ta sem o A e la em cima no começo ta assim chegou ao Brasil NO em outubro... não sei se vc gosta mais eu odeio erro de ditação e gosto quando me falam rsrs

    bjooo

    ResponderExcluir
  11. ain Ju! que linda a entrevista! Não li o livro dela ainda, mas achei a moça super simpática, e como já lido a resenha aqui no lost gostei mais ainda do livro e pretendo lê-o logo! ;D

    parabéns! adorei!

    ;**

    ResponderExcluir
  12. Muito legal a entrevista com a Mellisa Júh! O site a cada dia que passa se torna mais legal e mais importante! (Obaaa \o/)

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Eeee danada! HUhasuahsua
    Entrevista muito boa como todas as que vc faz, Ju.
    2010 está começando maravilhosamente bem pra vc w para o Lost. Parabéns \o/

    Bjoocas :*
    Vinha.

    ResponderExcluir
  14. Ok!
    O negocio é o seguinte eu preciso de mais grana!!!!!
    Ju, nao vai dar certo esse negocio, tenho uma lista infinita de books pra comprar por sua causa, rsrsr
    Beijos e parabens.

    ResponderExcluir
  15. Oi, parabéns pelo blog, ele é ótimo.

    Amei a entrevista. Esse livro já está na minha lista de desejados a algum tempo, mas como livros chick-lit são meio caros, vivo deixando-os para depois. Mas resolvi fazer uma compra só de chick-lits, daí não terá ninguém para me segurar. rsrss!!!

    Bjs e parabéns mais uma vez.

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pela entrevista, Ju! =D
    Ficou ótima! Suas perguntas foram muito bem elaboradas.

    Aiaia, cada vez que passo por aqui, minha listinha só vai crescendo... Haja cofrinho que banque os livros!
    Mas é bom, pelo menos, vc está incentivando a leitura!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi, amei tua entrevista como sempre bobando. srsrs

    ResponderExcluir
  18. Seu link foi publicado na Linklândia!

    Parabéns e obrigado por contribuir!

    ResponderExcluir
  19. Quero ler o livro...fiquei curiosa agora, rs

    ResponderExcluir
  20. Lindeza, meu blog o Estrela da Sorte está com 3 promoções entra lá e participe!

    ADA TINA 1 Normalize 30
    AquaNativa 1 biquini Mosaico lindo
    Impala um kit com 18 esmaltes cores do verão

    http://streladasorte.blogspot.com

    Bjks

    ResponderExcluir
  21. Juu.. amei a entrevista!
    A entrevistada e a entrevistadora são mto fofas! =)

    Ainda beem que eu ganhei o livro em uma promoção aí..
    Senão teria que sair correndo agora pra comprar! xP
    Logo que recebi, comecei a ler compulsivamente..
    Mas, infelizmente, tive que abandoná-lo..
    Pq chegaram as provas finais da faculdade..
    Mas agora vou retomá-lo e depois te conto o que achei! ;)

    Bjoo!

    ResponderExcluir
  22. Nossa
    eu adorei preciso te contar uma coisa
    show o livro,só fiquei com dó da karen
    ela nao merecia o q ocorreu...enfim
    mal posso esperar pelo proximo livro dela
    bjs nati

    ResponderExcluir

Um lugar para se discutir sobre a literatura conhecida como Chick–Lit. Romances, leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna,inteligente e audaciosa. Resenhas e entrevistas exclusivas!


Regras
- Comentários Anônimos não serão publicados nem respondidos.
- Não faça propaganda de blogs/sites nos comentários.
- Não peça parcerias pelos comentários, use o Formulário.
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Respostas sempre nos próprios comentários.

Os comentários dos leitores não refletem a opinião da autora do blog, e são de responsabilidade exclusiva dos mesmos.