segunda-feira, 19 de abril de 2010

Aprendendo a Seduzir de Patricia -Meg- Cabot

Tenho que admitir demorei muito tempo para entrar no mundo dos romances históricos concebidos pela minha adorada Meg Cabot. Talvez pelo preço um pouco "salgado" do primeiro lançamento da obras publicadas sob o pseudônimo de Patricia Cabot  aqui no Brasil- A Rosa do Inverno. No entanto não é desculpa, pois afinal, fazem mais de dois meses que finalmente adquiri o primeiro. Mas como o mundo dá voltas ( e minhas pilhas de livro à ler apenas aumentam), finalmente me iniciei nesta outra faceta de uma das minhas autoras favoritas. 

A Editora Planeta, sob o selo Essência,  lançou este mês "Aprendendo a Seduzir" ( Educating Caroline), o segundo livro deste gênero da Meg Cabot lançado no Brasil com o "pen name" de Patricia Cabot. Nele nos esbaldamos na história de Lady Caroline, uma moça ingênua mas altiva da alta sociedade inglesa, cujo casamento está marcado com o marquês "falido" de Winchilsea - Hurst Slater. Um homem que por traz da boa ação do salvamento de Tommy - o irmão de Caroline- esconde suas tramóias e o apego por um  bom rabo de saia sob a superfície de bom cavalheiro.

Caroline acaba descobrindo  que o fogo ardente de  seu noivo está reservado para outras mulheres quando  o encontra fazendo "aquilo" com a despudorada Lady Jacquelyn durante um dos luxuosos jantares  da nobreza. Petrificada com tal descoberta, afinal meninas recatadas daquela época não tinham à mínima ideia do que seria  "um ato entre quatro paredes", ela não cria  escândalo e sai dali sem ser vista. Mas no meio do caminho encontra Braden Grandeville, um novo rico ( ou historicamente, um burguês) pouco aceito nos círculos da alta sociedade dado a sua fama de Lothario de Londres, ou seja,  o nome bonito para a fama de garanhão da praça ( huahua, palavra que adorei, fato!). Braden, além de uma infância pobre e sofrida, hoje é um famoso armeiro que tenta se inserir neste mundo fechado da sociedade provinciana através do noivado com Lady Jacquelyn No entanto, o tempo mostrou que por melhor que fosse ter seu nome ligado ao título de Jacquelyn, aturar seu gênio e sua predileção às compras não era nada comparado ao fato de saber do amante que a jovem mantinha em segredo.

Na época vigorava uma lei, que quando um noivado era quebrado sem justa causa, a parte prejudicada podia entrar com um processo de quebra de compromisso. Braden vindo de "Deals" um bairro pobre de Londres não estava feliz em abrir mão de parte do seu dinheiro (ganhado no duro trabalho) em um processo do tipo, por isso tentava de todas as formas encontrar provas concretas do adultério.

E a partir deste encontro, um "acordo profissional" entre Caroline e Braden está forjado. Caroline, após tomar conhecimento de cenas tão quentes, decide que precisa tomar aulas para aprender a ser sedutora , o que ela pressupõe que seu noivo secretamente deseja. Para isso ela propõe testemunhar  na corte o tal adultério que Branden deseja provar ( deixando de fora, claro, o nome do amante).

Depois  desta minha tentativa, digamos, frustrada de escrever com pompa. Vocês  podem imaginar o que vem pela frente. Aprendendo a Seduzir é um romance pra lá de caliente.
Caliente do tipo não-imaginava-que-a-Meg-escrevesse-assim, apesar de já ter me surpreendido num grau (muito mais muito menor) na cena do galpão em A Rainha da Fofoca.Não existe palavra para descrever melhor do que HOT-HOT-HOT.
Menina do céu, foram cenas de "esquentar as pantalonas"!
 Gostei bastante da história, do tom da narrativa e do livro no todo em si, mas tenho que admitir: demorei pra me empolgar. Para mim a história demorou a engrenar, e cheguei a pensar que não ia gostar do livro, mas paguei a língua quando finalmente a história chegou no "vamos ver".

E  ao chegar ao cerne da historia (to falando, estou cheia de pompa hoje huahuah) finalmente encontramos a agilidade narrativa que tanto adoro na Meg, apesar de se tratar de algo completamente diferente do que estamos acostumados por causa do gênero histórico.  No final das contas, apesar do estranhamento inicial, gostei bastante desta faceta da Meg, que conseguiu me surpreender com sua habilidade de escrita depois de mais de 30 leituras.  Aprendendo a Seduzir é um livro sensual  e charmoso sem precisar recorrer ao baixo escalão. Super indicado, tanto  para as fãs curiosas da  vertente "chicklitiana", quanto para as fãs de romance histórico.  Então não deixem de participar da super promoção. Quem sabe vocês não ganham um exemplar?





30 comentários:

  1. Julianna, que resenha de tirar o Fôlego heim:?
    Caramba eu amei,.
    Estou lendo o livro e concordo com tudo que você falou.
    amei a resenha.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro da Meg, *peraí que vou ali me matar!
    e confesso que me interessei muito por este livro quando li a sinopse e mais ainda agora com a resenha! Vai para minha "listinha" de leituras futuras!
    =)

    ResponderExcluir
  3. Eu vi na livraria e por muito pouco não comprei, porque estava sem grana. Mas eu não vou deixar de ler esse livro de jeito nenhum. Se é da Meg é leitura garantida.

    Ainda bem que vou poder participar da promoção.

    A resenha ficou ótima. *.*

    ResponderExcluir
  4. Doida para ler esse livro logo, Meg é ótima sempre. =)

    ResponderExcluir
  5. Nossa, eu to louca pra ler esse livro da Meg Cabot!
    Confesso que não li nenhum romance histórico dela ainda, mas depois de ler tantas resenhas boas sobre esse livro, não posso deixar de lado a vontade de ler!
    Já tá na minha listinha particular de "livros a ler"! :D
    Beijoo :*

    ResponderExcluir
  6. EStou doida pra ler esse livro!
    Se vc está surpresa com os trechos "hothothot",
    então não deve estar mto acostumada a ler ROMANCES...
    kkkkkkkkkkkkkkk
    Pq, de acordo com outras amigas que já leram,
    nem é tão hot asim, na opinião delas...
    Mas depende do ponto de referência.
    No entantooooooooooo... MEG é sempre MEG!!!!
    Ótima resenha! óÒ

    ResponderExcluir
  7. Sabrina não sou muito assídua dos romances realmente, mas se tratando de Meg é Hot Hot mesmo, porque os chick lits dela são bem pouco descritivos, se é que me entende!

    ResponderExcluir
  8. Aieee peguei o livro na mão na livraria sábado, mas li o primeiro parágrafo e não me empolguei muito, achei a narrativa meio lenta... nada Meg... sabia que melhoraria depois, mas é que não tenho muita paciência com romances históricos, acho-os históricos demais, sabe?? Mas, depois dessa resenha super animada e animadora, acho que vou dar mais uma chance à minha amada Meg!!! Será que eu ganho o exemplar? E será que eu aprendo alguma coisa lendo o livro? Bem q seria útil kkkk

    Bjs, Ju, resenha fantástica como sempre!!!

    PS- desculpe não comentar sempre, ando tão ocupada... to até me sentindo mals....

    ResponderExcluir
  9. eu quero MUITOOOOOOOOOOOOO esse livro. Por Meg, pela história, pela capa!!
    a Planet acertou em cheio... suas edições estão cada vez mais bonitas.
    E Meg é diva =p

    ResponderExcluir
  10. Ai Juju, eu estou LOUCA para ler esse livro.
    E nossa, a editora capricha mesmo nas capas da Meg de livros históricos, não é mesmo???

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Ameei sua resenha! Deu vontade de ler o livro... Bjs! :)

    ResponderExcluir
  12. Ju,

    Eu quero muito este livro, eu li o outro da autora "A rosa de inverno" e é bem diferente do que a gente se acostuma como os livros da Meg mesmo.

    Eu tbm sou como vc, não leio tantos romances assim e quase caio da cadeira com os HOT e as meninas viram e me digam q era fraquinho no hot kkkkkkkk

    bjooo

    ResponderExcluir
  13. Amiga, eu to doida pra ler esses livros da Cabot.
    E pelo visto é bom mesmo, acredito no teu bom gosto.
    Quem sabe do dia das mães.
    Beijso

    ResponderExcluir
  14. Julianna, adorei sua resenha!!!
    Eu li A Rosa do Inverno, mas não amei... Tô super curiosa por esse!!! =)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. UAU! Parece Gossip Girl às antigas! rsrs..Gostei!
    =1

    ResponderExcluir
  16. Ai Jú!
    Filhinhaaaa pelamordedeus, to doida pelos livros da Pat Cabot! Mas concordo com vc...são muitos caros! No meu caso isso é justificativa, sim, para não te-los comprado ainda.
    Acho que vou ter que fazer uns agrados no marido. Será que eu consigo de presente? kkk
    Ganhar sorteio...eu já desisti.
    Adorei a resenha. vc escreve bem com pompa. kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha...arrasouuu, hein???

    Flooor, a promoção de 1 ano do meu blog ta acabandooooo...ai, to ansiosa....1 ano é um marco...os blogs duram pouco tempo, normalmente....quando passam do primeiro ano, é sinal que terão vida longa! :)

    Quem será que leva os dois livros, heiinnnnn?

    ResponderExcluir
  18. Tenho muita curiosidade em ler os romances históricos da Meg, mas esse em particular não me chamou muito a atenção. Acho que vou começar por A Rosa do Inverno e ver o que acho. :)

    Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Eu PRECISO desse livro eu amei A ROSA DO inverno, e estou LOUCA por esse, participando da promoção!! Amei sua resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Aiii Ju!!
    Vc só deixa suas leitoras morrendo de vontade de ler esses livros!
    HUAHAUHAU
    Sua resenha ficou MUITO boa - de verdade!!!! xD
    O 'Ela foi até o fim' também é hot, muiitoooo mais que A rainha da fofoca, é parecido com 'A rosa do inverno', só que eu AMEI 'Ela foi até o fim'!!!
    Acho q vc também vai gostarr!! *-*
    Anyway, eu *preciso* ler Aprendendo a Seduzir!! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. the only exception21 de abril de 2010 17:36

    caramba!se ja estava na minha lista de livros agora entao nem se fale!fiquei super curiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  22. Adorei o livro.
    Braden é um tchutchuquinho.Fofíssimo.Me apaixonei por ele.
    Caroline é uma gracinha também.Inocente mas espontânea.
    Só que tem horas que dá vontade de bater nela...
    Enfim,vale muito a pena.
    Adoro a forma de escrever da Meg.
    Beijokas.

    PS:sou gamada nesse site.Simplesmente perfeito.

    ResponderExcluir
  23. HOT HOT HOT.. rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  24. eu acabei de ler ele , é muito fóda!
    sem dizer que esse Braden é muito meigo. :)
    o livro é muito bom,muito bom mesmo. - P.Z

    ResponderExcluir
  25. nao conseguir encontrar esse livro nas lojas,como faço pra comprar

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    entrei no seu blog hoje e fiquei surpresa com a denominação "Chick-lit". Achei massa!
    Eu gosto mais do estilo "chick-lit-hothothot" algo entre Pat Cabot / Nora Roberts. Como se denomina este tipo de literatura? Que tem romantismo, mas também detalhista na hora do sexo?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    entrei no seu blog hoje e fiquei surpresa com a denominação "Chick-lit". Achei massa!
    Eu gosto mais do estilo "chick-lit-hothothot" algo entre Pat Cabot / Nora Roberts. Como se denomina este tipo de literatura? Que tem romantismo, mas também detalhista na hora do sexo?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  28. Tô lendo esse livro e simplesmente tô amando! hehe é perfeito, um romance histórico pra lá de envolvente, sem falar que a sua resenha me animou maia ainda pra continuar lendo.
    Pena que cheguei tarde quanto a promoção! = /
    O blog ta lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  29. Terminei o livro há um tempo. e voltei a ler algumas partes o que sinceramente me fez perceber quão boa escritora Mag (olha a intimidade) é. Realmente você me fez lembrar que o início do livro foi realmente chato, ele não prendia e me fazia ter sono.
    Bom, digamos que eu terminei uma boa parte do livro em menos de um dia, mas eu realmente só fui me prender no momento em que as coisas esquentaram.
    Bom, sinceramente? Amei o blog, achei que tu escreve muito bem e gostaria de saber se haverá mais postagens.

    ResponderExcluir

Meninas (e eventuais meninos) as respostas aos seus amados e estimados comentários será feita no próprio blog, ok?? Responderei logo abaixo dos seus comentários.

Regras
- Comentários Anônimos não serão publicados nem respondidos.
- Não faça propaganda de blogs/sites nos comentários.
- Não peça parcerias pelos comentários, use o Formulário.
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.

Os comentários dos leitores não refletem a opinião da autora do blog, e são de responsabilidade exclusiva dos mesmos.