terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Entrevista com a autora Paula Pimenta, do livro "Fazendo meu filme"

Muitas de vocês já  conhecem o livro "Fazendo o meu filme", o sucesso Teen brasileiro, da super querida Paula Pimenta. E provavelmente sabe que foi  lançado  faz pouco tempo o segundo livro da Fani: o Fazendo meu filme 2.
Para os perdidos: Você ainda não conhece o "Fazendo meu Filme"? Sinceramente não sei em que planeta literário você vive!
Então vou contar  um pouquinho da história do livro para vocês (porque a resenha completa - e com surpresa-  só em janeiro minhas ávidas leitoras!).
Fani é uma adolescente normal de 16 anos, apaixonada por cinema e cheia de amigos.  E sua vida está prestes a mudar, pois surgiu a oportunidade dela fazer um intercâmbio fora do país. Mas não será  nada fácil para ela decidir se vai ou fica! Imaginem quantas experiências diferentes ela poderá vivenciar, em contra partida, será que  vale a pena deixar seus amigos e aquele garoto super fofo pela qual está apaixonada por um ano?  Nesta época de grandes incertezas, o que será que Fani decidirá?
Gostaram desse pequeno resumo? Eu amei desde a primeira vez que li e mal posso esperar para ler (os dois) livros. E como vocês sabem que adoro deixar vocês na expectativa, decidi convidar a Paula Pimenta  para ser a segunda entrevistada aqui do Lost (para quem não leu a primeira entrevista com a autora Robin Benway do livro "A Musica que mudou a minha vida" clique aqui).
Então vamos a ela!!



Geminiada e sonhadora, apaixonada por cinema e musica. Paula Pimenta é a autora juvenil brasileira  comparada a Rainha Meg Cabot, da qual também é fã.  Se considera uma eterna criança, uma verdadeira Menina da Lua,  adora brigadeiro, gibis da Monica e cantar. É formada em Publicidade, mas atualmente trabalha como professora de musica.

Agora vamos ao que interessa:


Julianna:   Como surgiu a história do Fazendo o meu filme?
Paula: Em outubro de 2004, exatamente na noite do início de ‘horário de verão’, eu estava no computador e de repente tive a idéia de começar um livro falando exatamente sobre isso: Duas amigas que saíam, mas que tinham que voltar no horário imposto pelo pai de uma delas. Com o adiantar do relógio, elas acabavam perdendo uma hora. Quando comecei a escrever, eu nem tinha idéia do que viria, só mais tarde é que pensei no tema principal do livro, que é o dilema da Fani entre largar o grande amor para fazer intercâmbio ou deixar de viajar para ficar com ele. As características dela, como a paixão por cinema, surgiram um pouco depois também.

Julianna: Você considera a Fani parecida com você em algo?
Paula: Muito parecida. Eu sempre fui muito tímida, romântica e louca por cinema. Mas a Fani é bem mais parecida com o que eu sou agora, do que com a adolescente que eu era aos 16 anos (a idade da Fani no primeiro livro). Ao contrário dela, eu não parava em casa, vivia indo a festas e tinha milhões de amigos. Atualmente eu sou bem mais caseira.

Julianna:  Li em algum lugar que você fez intercambio na Inglaterra, você utilizou suas experiência para dar vida as duvidas que Fani teve ao ter essa oportunidade?
Paula: Eu fiz intercâmbio nos Estados Unidos e mais tarde, depois de formada, morei um ano na Inglaterra. Utilizei muito da minha própria experiência para escrever o processo de preparação da Fani para o intercâmbio e também para criar o cenário do livro 2, todos os lugares citados no livro são reais. Intercâmbio cultural é uma coisa tão marcante para quem faz e que desperta tanta curiosidade em quem não faz, que eu achei que seria um tema bom e pouco explorado para usar como assunto principal de um livro.

Julianna:  Fani é apaixonada por cinema e Leo apaixonado por música. E você? Os filmes  e músicas citados no livro foram escolhidos a partir do seu gosto pessoal?
Paula: Sou apaixonada tanto por música quanto por cinema! Acho que a gente deve escrever sobre o que gosta e conhece, para convencer, passar veracidade... senão a história acaba soando falsa. Amo todas as músicas e filmes citados no livro. Escolhi, sim, a partir do meu gosto, mas de acordo com a história. Tanto as músicas quanto os filmes têm relação com o que acontece na narrativa em cada momento. No site do livro (www.fazendomeufilme.com.br) eu coloquei todas as músicas citadas e também as ceninhas que ilustram cada capítulo, para quem quiser ouvir e assistir.

Julianna: Um pergunta super clichê: Você sempre quis ser escritora?
Paula: Eu escrevi o meu primeiro livrinho aos 7 anos. Escrevi, ilustrei e grampeei! A minha avó tem guardado até hoje! E desde então, eu nunca mais parei de escrever. Minha matéria preferida sempre foi Português e eu sempre tirava total nas redações… Na época do vestibular, resolvi fazer Jornalismo para profissionalizar esse amor pela escrita. Mas logo no começo do curso, eu me decepcionei, pois eu não queria relatar os fatos imparcialmente e, sim, opinar e colocar emoção em tudo. Os meus professores, ao lerem as minhas matérias jornalísticas, perguntavam se eram crônicas. Foi quando eu descobri que era aquilo que eu queria: inventar. E por isso acabei transferindo de curso, para poder ser mais criativa. Me formei em Publicidade e Propaganda.

Julianna:  Lançar um livro no Brasil não é nada fácil, como foi essa experiência para você? E como você se sentiu ao perceber que ele está fazendo esse sucesso maravilhoso?
Paula: Eu escrevi a maior parte de “Fazendo meu filme 1” em Londres, no ano em que morei lá (2005). Cheguei ao Brasil louca pra mostrar pra todo mundo e comecei a procurar editoras. Eu queria publicá-lo de qualquer jeito, mesmo que fosse de forma independente. Nas duas primeiras editoras que eu fui, nem quiseram ler o meu livro. O dono de uma delas falou inclusive que “adolescentes não leem livros grossos”! Na época não tinha Crepúsculo ainda, mas tive vontade de perguntar se ele nunca tinha ouvido falar de Harry Potter, pois o sexto volume da série tinha acabado de ser lançado e tinha o dobro do tamanho do meu livro! Na terceira, a Autêntica, a dona de lá – quando eu contei do que se tratava o livro – ficou interessada e falou que iria ler. Leu, gostou e publicou (ainda que dois anos depois, pois havia um cronograma de publicações que precisava ser respeitado).
Um dia depois do lançamento de “Fazendo meu filme 1” (que foi em setembro do ano passado) senti uma tristeza imensa! Tudo o que eu mais queria e que tinha esperado tanto, havia acontecido. Mas e depois? Eu achava que o livro ia servir só pra enfeitar a estante do quarto das minhas amigas. Aconteceu, porém, que nos dias seguintes, as pessoas começaram a me escrever falando que haviam amado o livro! E com o boca a boca, o livro foi sendo indicado, começaram a me convidar para dar palestras em escolas, eu passei a receber mais e mais e-mails e scraps com elogios, a editora começou a receber muitas solicitações pelo livro 2, e por causa desses pedidos (centenas), a dona da Autêntica mandou que eu escrevesse logo o segundo volume! E agora, tenho recebido já muitos pedidos para escrever “Fazendo meu filme 3”... Acho que se escreverem para a editora pedindo, pode ser que funcione mais uma vez... :)

Julianna:  A Fani é apaixonada por cinema. Qual atriz você acha que ela escolheria para interpretar si mesma  se ela pudesse escolher?  Você já pensou na possibilidade do “Fazendo meu filme” virar filme?
Paula: Como a Fani adora Hollywood, tenho certeza de que ela escolheria uma atriz internacional. Eu acho que a Emma Roberts ou a Ellen Page dariam ótimas Fanis!
Todo mundo me pede para FMF virar filme... eu adoraria e penso muito na possibilidade. Mas por outro lado, não poderia ser “qualquer filme”, pois sou muito ciumenta da história e morro de raiva quando um filme “estraga” o livro... Mas se uma produtora bem conceituada se interessasse, eu iria achar maravilhoso!

Julianna:  Ultimamente o publico juvenil está mais aberto aos encantos da literatura, principalmente depois de Harry Potter, Meg Cabot, Crepúsculo...  O que você acha sobre isso?  Sua intenção  sempre  foi escrever para adolescentes?
Paula: Logo quando lancei “Fazendo meu filme 1”, uma repórter me perguntou se eu achava que adolescente que crescia lendo “Harry Potter”, virava um adulto que lia “Paulo Coelho”. Eu respondi que não importava se o adulto lia Paulo Coelho (que por sinal eu gosto muito), Saramago ou Machado de Assis, mas sim o fato de que era um adulto que lia! A maioria dos brasileiros não tem o hábito da leitura e é isso é que tem que ser incentivado. O adolescente que é obrigado pela escola a ler livros chatos, nunca vai ter vontade, na idade adulta, de pegar um livro por vontade própria. Esse estímulo à leitura que a febre de literatura adolescente tem proporcionado é muito importante.
O meu primeiro livro publicado foi um livro de poemas, “Confissão”. Na época em que lancei o livro, eu pensei que ele fosse um livro adulto, mas hoje, relendo, eu vejo que ele é totalmente adolescente! Acho que minha vocação é escrever mesmo para esse público, deve ser porque eu ainda me sinto com 16 anos!

Julianna:  Sei que você é super fã da Meg Cabot , e que é dona da maior comunidade da autora no Orkut, além de ter ganho a super promoção da Galera Record para encontrá-la na Bienal este ano. Você se inspirou no estilo da Meg para escrever o Fazendo o meu filme? Você deu de presente o Fazendo meu filme para ela? Conta pra gente como foi encontrá-la.
Paula: Acho que quando a gente lê demais um estilo, ou livros de um certo autor, acaba pegando um pouco do jeito dele... Eu nunca tive e nem tenho a pretensão de escrever nada tão perfeito quanto os livros da Meg Cabot, mas algumas pessoas têm me escrito comentando que “Fazendo meu filme” é bem a cara da Meg, que das autoras nacionais eu fui a que mais conseguiu se aproximar do estilo dela (até criaram uma comunidade pra mim no Orkut chamada: “Paula Pimenta, nossa Meg Cabot brasileira, imagina!)... isso me deixa feliz demais, pois a Meg sem dúvidas é a minha maior influência, e tudo que ela escreve eu devoro e indico, mas ela realmente é incomparável.
Encontrá-la na Bienal foi um sonho! Eu ganhei o concurso da Record e por isso pude ficar um tempinho com ela na sala vip, tiramos várias fotos, conversamos (na verdade nem conversamos muito, eu estava tremendo tanto que fiquei até meio muda), dei o meu livro pra ela... Ela perguntou do que se tratava, eu contei, ela falou que eu tinha tido uma ótima idéia e lamentou o fato de não entender português, pois adoraria ler. E pediu para eu não deixar de mandar outra cópia para ela, caso o livro seja traduzido para o inglês algum dia! Mas mesmo assim ela levou e falou que ia guardar com muito carinho...

Julianna:  O que você está lendo hoje e quais livros você considera imperdíveis?
Paula:: Eu estou lendo um livro da Sophie Kinsella sob o pseudônimo de Madeleine Wickham, chamado “The Wedding Girl”. Eu descobri há pouco tempo que ela tinha escrito livros com esse pseudônimo e agora quero ler todos, já que os que ela escreveu com o próprio nome eu já li.
Eu considero alguns autores imperdíveis: Meg Cabot, J.K. Rowling, Lisa Jewell, Jane Green e Sophie Kinsella (que citei acima). E pra falar de uma nacional, eu adoro a Martha Medeiros. Seja escrevendo poesias, crônicas, contos ou romances, ela é incrível!

Julianna:  Fazendo meu filme 2 acaba de ser lançado, conte um pouquinho da história. Vai ter mais algum evento de lançamento? Se sim, quando e onde.
Paula: O segundo livro começa exatamente onde o primeiro termina. Em “Fazendo meu filme 1”, a Fani passa por situações que toda adolescente brasileira passa, como: escola, provas, saída com as amigas, conversa com os pais, paixões... E no segundo, ela tem que largar tudo isso para descobrir um novo mundo, diferente, longe de tudo que lhe era familiar. No segundo livro ela tem que decidir tudo por ela mesma, ao contrário do primeiro, onde ela tinha tanta ajuda da família e das amigas. É nítido o amadurecimento dela de um livro para o outro.
Confirmados, teremos mais dois eventos de lançamento, um no Rio de Janeiro e outro em Juiz de Fora, ambos serão em fevereiro, mas a data certa ainda está em negociação... assim que eu souber vou divulgar bastante pelo Twitter e Orkut.

*PS da Entrevistadora: E em Florianópolis nada? =O(


Julianna:  E para entrar no espírito natalino.  Que livro que você acha que não pode estar fora da lista de presentes neste natal?
Paula:Vale falar “Fazendo meu filme”?? :)
O livro pode ser adquirido nas melhores livrarias de todo o Brasil e também pela internet (Saraiva, Livraria Cultura, Fnac, Travessa, entre outras...). Ah, e quem quiser autografado, pode comprar direto pelo tele-vendas da editora Autêntica (0800 2831322), eu faço uma dedicatória antes de enviarem para vocês.

Julianna:  Obrigada por concordar  com está entrevista (tão em cima das festas de fim de ano) e  pela oportunidade de te conhecer melhor. O Lost in Chick-Lit te deseja um Natal repleto de alegrias e sucesso, porque você merece =o*
Paula: Eu é que agradeço! Adoro o Lost in Chick-Lit e é uma honra ser entrevistada por vocês! Um ótimo Natal para todas as leitoras (e leitores) e que 2010 seja para nós um ano tão perfeito quanto os romances que adoramos ler!


Mais sobre Fazendo Meu Filme e Paula Pimenta:

Ps: As capas são MARAVILHOSAS! Nunca vi uma capa de autor nacional tão linda! Então deixo um recadinho de Parabéns pro Designer!!  Vocês não acham?




42 comentários:

  1. ahh! achei ela uma fofa!
    e a hostória do livro bem legal! já vou botar na minha listinha ;D

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Ju,
    Adorei a entrevista!
    Estou querendo ler os livros da minha xará há tempos, pena q a grana esteja tão curta!
    Gostei muito da entrevista, vc se saiu bem como repórter rsrs.
    Ah, pelo pouco que sei do livro tb acho que a Ellen Page seria ótima para interpretar a Fani.
    Bjos,
    Paulinha

    ResponderExcluir
  3. Ju, eu amei a entrevista como sempre você acerta né miga?
    O seu Tcick! Jornalistíco é muito bom.
    Eu adoraria ler os livros da Paula Pimenta ( como alguans falam nossa Meg Cabot) Ela é um amor mesmo, tenho ela no meu orkut ela sempre responde com muito carinho.
    Eu amei seus resuminhos do livro amiga, e fica aguardando ansiosa a supresa de Janeiro.
    Bjossssss

    ResponderExcluir
  4. Há, esqueci de falar apoio totalmente para que o livro se tranasforme em filme sim!
    Tanto esse como o da Estrela Píer.

    ResponderExcluir
  5. Há, amiga amei o Banner da Maya foz + Coffie & Movies.
    amei, obrigada por que vocÊ minha BFF, fez e por colocar no meu lugar preferido o Lost!

    ResponderExcluir
  6. Ameeeeei! Eu quero tanto ler esses livros.. <3

    ResponderExcluir
  7. Juuuu,
    Em que planeta literário eu vivo? Oh céus!!! kkkkkkkk
    Adorei a entrevista.
    bjoo

    ResponderExcluir
  8. Recomendo fazendo meu filme 1 e 2 pra todo mundo... já fiz o meu rodar por todas as minhas primas... não conheço ninguém que não goste... A Paula é o maximo e eu acho que a atenção que ela tem com as fãs da Fani faz a gente se apaixonar ainda mais pela história... que de tão realista até parece um pouco com a minha... e não sou só eu que me identifico...

    ResponderExcluir
  9. Nunca havia houvido falar desse livro!
    vou procurar ´para ler!
    ;)

    beijo .

    ResponderExcluir
  10. Julianna, amei a entrevista!!! Eu tô louca pra ler os livros dela também...
    A Paula é super simpática e merece muiiito sucesso com os livros! =)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Jú,

    Adorei a entrevista!
    Colocou os 2 livros da Paula Pimenta na lista do Desafio.
    Minha filha esta lendo o 1 e nao larga por nada.
    A Paula tá marcando o lugar dela no Brasil como uma grande escritora.

    Bjos,

    ResponderExcluir
  12. Faz tempo já que quero ler o livro dela. Ontem peguei ele na Saraiva, coloquei na cesta de compras, mas aí achei um que eu queria ainda mais e tive que trocar... Parece ser ótimo!! :D
    Adorei a entrevista, ficou muito boa!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Sou a fã número 1 da Paula (e ninguém nem inventa de tirar o meu posto), li o Fazendo meu filme 1 ainda na primeira edição e assim que saiu o 2 eu fui das primeiras a comprar. E só tenho a dizer que todo dia eu escrevo implorando pra ela fazer o livro 3 logo, pois nenhum livro (pra mim ela é melhor que a Meg Cabot) me fez chorar, rir e sonhar como os dois livros dela me fizeram! A Paula merece (como diria a Fani) 5 estrelinhas!

    ResponderExcluir
  14. Que gracinha que ela foi na entrevistaa :)))
    adorei a entrevista Juu!
    eu já tinha ouvido fala dos livros dela, mais nuncaa lii!
    Vouu colocar na minha listaa hahahah :DD
    beejos

    ResponderExcluir
  15. Ju,
    Amei a entrevista !
    Beijos de fada.
    Luka.

    ResponderExcluir
  16. Muito legal essa entrevista, realmente não sei em que planeta eu vivia antes de conhecer esses blogs maravilhosos e emperdíveis como o "Lost in chick-lit". Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Muito legal a entrevista!
    É sempre bom saber um pouco mais sobre os autores, e principalmente quando eles falam de como começaram a escrever. Acaba despertando na gente, uma vontade de escrever um livro também!
    Tenho vontade de escrever um livro também, mas por enquanto é só um plano, quem sabe não vire realidade!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Como ela é fofa!!!
    Amei a entrevista, JU!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. paaaula *---* , minha meg cabot !! eu ja li os livros , ja indiquei pra 2390290 pessoas e espero ela aqui na minha cidade ahahaha ,foi bom saber coisas aqui que eu nao sabia , e eu ri mt do escrevi, ilustrei e grampeei hahaah . paula♥

    ResponderExcluir
  20. Nossa, a entrevista tá muito legal! É muito bom saber que o Brasil também tem escritoras de Chick-lit tão boas quanto as internacionais!
    Vai pra minha lista!
    Super beijo!

    ResponderExcluir
  21. Nossa, adorei a entrevista! Eu já tinha visto o livro, mas estavam faltando referências, agora com certeza vou comprar e ler!
    Parabéns à autora e à você Jú!!!
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  22. Adorei a entrevista Jú!
    Estou lendo o livro e realmente estou AMANDO, é uma história que flui
    muito fpacil e não cansa em algum momento se quer!
    Nos meus comentário do skoob eu tiha falado que a leitura é muiot semelhante
    as da MEG, mas com uma personalidade própria sabe?
    A Paula está de parabéns pelos LIVROS e você pela ENTREVISTa que ficou muito bacana!

    bjos

    ResponderExcluir
  23. AAhhhh fiquei morrendo de vontade de ler agora!
    Culpa sua Ju! :p
    Vai pra minha estante virtual hahaha,
    espero ler logo =D Já esta na lista :D

    ResponderExcluir
  24. Ju, eu SEMPRE leio seu blog mas acabo nunca comentando por preguiça, sorry
    eu comprei para minha irmã esse livro, eu já conhecia de nome, dá época que ela ganhou aquela promo da GR (eu fiquei até meio com raivinha dela pq vi uma foto no orkut que ela tava chamando o povo lá de baixo de 'invejoso' maldade hahahaha) eu vi a meg 3 vezes e não chamei o povo de invejoso hahahaha
    brincadeirinha!!
    mas depois visitei o site do livro e AMEI :) e capa nova é muuuuuito linda! a minha irmã quis foi pela capa mesmo, aí depois eu contei a história do livro pra ela.
    AMEI a entrevista :) é legal pq eu achei a Paula simpática agora e esqueço da parte da foto hahahahaha

    Depois vou ler o livro, eu gostei desde que li sobre ele

    adoro seu blog :)

    xoxo

    Nanda

    ResponderExcluir
  25. Jú, adorei a entrevista. Menina, vc tá com tudo!!!! O blog é sucesso!
    :)
    Não li ainda estas obras, mas ficará na listinha de próximas aquisições.

    Beijo grande, um ótimo Natal para você.
    :*

    ResponderExcluir
  26. Amei a entrevista Jú! Já comecei a ler, ou melhor a devorar o livro, logo, logo, acabo de ler!!!!

    Que chegue em minha casa logo o vol 2!!!!!!!!!!!


    Beijossss
    Lili

    ResponderExcluir
  27. meniiiiiiiiiina
    anos que não entro nos blogs e simplismente fiquei rosa chiclete com o seu.
    AMEEI

    tá bombando eiim?

    e morri de vontade de ler o livro :]


    voltei à blogosfera! depois passa no meu blog :]

    beijoss.

    ResponderExcluir
  28. Adorei a entrevista!!! Nossa, a Paula é super simpática! Acho que vou comprar os dois livros pela editora, só pra receber a dedicatória dela, rs.

    Bjos

    ResponderExcluir
  29. Quero comprar o segundo volume ainda, mas faltava grana. Mas com aquele dinheirinho que a gente ganha dos avós no Natal, agora posso colocar o FMF2 na minha estante. Conheço a Paulo da comunidade da Meg e do Diário, das quais sou moderadora, e tão legal quanto conhecer a Meg, foi encontrar com a famosa Paula da comunidade. No dia levei o FMF assinado, tirei foto com a autora, enfim, perfeito. Torço pra caramba pelo sucesso dela e acho que o Brasil precisa de mais autores assim, que não subestimem a inteligência do leitor só porque são mais jovens, tal qual nossa amada Cabot. FMF é um romance adolescente apaixonante para todas as idades e o melhor de tudo: com gostinho de pão-de-queijo (pq a Paula é de BH, né!)
    Estarei lá no evento do Rio.
    BJs

    ResponderExcluir
  30. Amei! Já li os dois livros e não vejo a hora de sair o terceiro. Uma coisa que eu queria saber da Paula é se a história é real... porque parece muito real!

    ResponderExcluir
  31. Aiieeee adorei a entrevista!!! Estava esperando para ler depois de ler o livro! Amei!!! Aieee quero o livro 2!!!! Mas ganhei o 1 de Natal e a mesma amiga que me deu o 1 me prometeu o 2 de aniversário e me proibiu de comprar T.T (é meio difícil me dar livro de presente, pq sempre tenho, a menos que perguntem antes...) então, provavelmente só março...
    Parabéns pela entrevista Ju!!!

    Ah, e também a pergunta: em SP não vai ter nenhum evento T.T

    Bjks!!

    ResponderExcluir
  32. Ah! Finalmente pude ler a entrevista. Adorei, ela é muito simpática e é engraçado, que quando ela ganhou a promo da Record, eu não sabia que ela tinha publicado Fazendo Meu Filme, então aos meus olhos, ela era apenas uma grande fã da Meg, e admirei muito por vencer o concurso. Agora, depois de ler tantas resenhas sobre seu livro, ler essa entrevista, já a vejo de outra forma, como uma grande autora brasileira, que tem sua própria sessão de autógrafos e fãs para segui-lá! (E leitoras loucas pra ler seu livro!)

    Bjs

    ResponderExcluir
  33. Aah eu doorei a entrevista.! :)
    li o primeiro livri,e adoorei,ee é peeerfeito
    to loca p ler o segundo, =)

    beeijos

    ResponderExcluir
  34. pauuuula!!!!!!
    adorei o livro fazendo meu filme 1 e 2 . Vc vai fazer o 3?????

    ResponderExcluir
  35. Eu sou super fã da Paula, já tinha visto essa entrevista aqui,
    mas não tinha comentado. Eu não era de comentar em blogs,mas agora peguei o gostinho! hahaha
    Li FMF ainda na primeira edição,logo quando lançou o 2° eu ganhei da minha avó.Tenho os dois autografados por ela *-*
    Eles são simplesmente FANTÁSTICOS! A Paula escreve como ninguém. Tem um jeito todo envolvente!To na espera louca pelo terceiro.
    Super recomendo.
    E parabéns pela entrevista, ta muuuuuito boa!
    :**

    ResponderExcluir
  36. AAAAAAAAA.. amo os livros da Paula Pimenta. Tenho todos e já li todos, quero saber se PP vai fazer o 4. Queria muito que vc fizesse !! AMO seus livros, admito que aprende muitas coisas com eles ...

    ResponderExcluir
  37. Eu não consegui acabar de ler a entrevista, que já estou passando mal só de pensar que vai ter um quatro! Eu chorei muito quando acabou o 3, queria que eles tivessem ficado juntos, eu compro o 4 no segundo em que for pras livrarias!!!!!

    ResponderExcluir
  38. Rayssa Monteiro Pimenta18 de fevereiro de 2012 19:29

    Xiii... não tô acreditando... só agora eu li a entrevista! Li todos os volumes do Fazendo Meu Filme, e agora cruzo os dedos para o 4! Vou começar a ler "Minha vida fora de Série", e tomara que eu amo os personagens como gostei da Fani.
    Rayssa Monteiro, 14, MG

    ResponderExcluir
  39. Paula eu amo todos o seus livros, eles são incriveis mas eustou esperarando você publicar mais livros romanticos e tudo mais. para minha minha autora predileta Paula Pimenta.

    ResponderExcluir
  40. AMEI AMO A PAULA PIMENTA,MAS,VOÇES ESTAO ATRAZADOS


    PS:.DEMAIS










    ResponderExcluir
  41. PAULA TE AMO DE MAIS E JA TENHO TODA A COLEÇAO !

    ResponderExcluir

Um lugar para se discutir sobre a literatura conhecida como Chick–Lit. Romances, leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna,inteligente e audaciosa. Resenhas e entrevistas exclusivas!


Regras
- Comentários Anônimos não serão publicados nem respondidos.
- Não faça propaganda de blogs/sites nos comentários.
- Não peça parcerias pelos comentários, use o Formulário.
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Respostas sempre nos próprios comentários.

Os comentários dos leitores não refletem a opinião da autora do blog, e são de responsabilidade exclusiva dos mesmos.