sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Ninguém Como Você de Lauren Strasnick


Ninguém Como Você
Lauren Strasnick
Editora: iD
Páginas: 235
ISBN: 978-85-16-06746-5
Onde Comprar:
Submarino|Saraiva|Cultura|BookDepository

Minha sogra é uma das pessoas mais queridas que eu conheço, e este ano no meu aniversário me encheu de mimos. Um deles foi o lançamento da Editora iD Ninguém como você (também bastante conhecido pelo seu titulo original, Nothing like You) da autora Lauren Strasnick.

O livro está na minha lista de leituras desde o seu lançamento lá fora, foram incontáveis resenhas adorando o livro que eu estava quase o comprando em inglês mesmo. A história é simples, o que condiz com a quantidade de paginas do livro (235): Holly perdeu sua mãe a pouco mais de seis meses devido a uma batalha longa e dolorosa contra o câncer, seu pai é uma boa pessoa, mas aparentemente ele continua tão ou mais perdido do que ela.

 O seu único melhor amigo, Nils, com o qual divide um cantinho especial chamado de o "barraco", já não é mais o mesmo. E ela está cansada de ter que dividir o seu tempo com ele, que só escolhe garotas sem nada na cabeça  para ficar, e que ela é obrigada a agüentar.

E para piorar a situação, ela acabou de perder sua virgindade com Paul, um cara com namorada, no banco de trás do seu carro cheirando a cigarro. Nada romântico, né?

Só que estes são apenas os primeiros problemas de Holly, tudo fica mais complicado ainda quando Paul passa a entrar escondido  na casa dela todas as noites, e piora mais ainda quando ela vira amiga de Saskia, a namorada do garoto.

Ninguém como você é um YA bem intimista,  centrado completamente nos dramas realistas de Holly. A história é bem construída, a narrativa é fluida, mas é aquele tipo de história contada em primeira marcha, sabe? Não era o que eu esperava, principalmente pelo fato do livro ser fino.

Por isso, tenho que admitir que durantes as 50 primeiras páginas eu não estava gostando. Não tinha conseguido me conectar com Holly, achei o livro meio parado e não era nada daquilo que eu estava esperando. Passei para outra leitura e retornei a começá-lo depois de dois ou três dias.

Retomar a leitura novamente desde o inicio foi a melhor decisão que eu tomei, e depois disso só larguei o livro quando cheguei ao final 5 horas depois ( e que era exatamente 5 horas da manha, então foi meio creepy).

 Às vezes é preciso apagar tudo que você tinha fantasiado e esperado do livro na sua cabeça antes de iniciar a leitura para conseguir aproveitá-la pelo que ela realmente é. Eu sei que isso não é fácil, e que eu mesma invariavelmente não sou muito adepta desta pratica.  Mas com Ninguém como Você ela funcionou perfeitamente, talvez porque no momento anterior  eu não estivesse no clima do livro, talvez porque  -whatever - eu abri meu coração e deixei o livro falar o que ele queria falar. Parece piegas mas é verdade!


Nesta segunda leitura eu consegui entender a Holly, seus motivos, sua tristeza e seu drama.  Muitos deles podiam ser irracionais e imaturos, mas afinal de contas é assim que é a adolescência, cheia de erros e acertos.

Fiquei incomodada com o masoquismo dela, porque ela sabia que Saskia era a namorada dele, e sabia que ela era uma menina legal. Ela cismou que queria ser amiga da garota e conseguiu, mas passou a se importar com ela, mesmo sabendo que tudo poderia ir para os ares quando ela afinal descobrisse a verdade.

Na realidade tive uma relação de  amor e ódio durante toda a leitura, uma hora compreendia Holly noutra tinha vontade de jogar o livro longe com suas burrices, mas acredito que isso tornou o livro ainda mais realista.

Nils é o personagem chave do livro, e realmente ninguém é como ele. A amizade dos dois é verdadeira, e  que atravessou todos os momentos "awkward" do amadurecimento, mas fica claro a medida que o livro vai se desenvolvendo que ambos já partiram para outros sentimentos.

Ainda não sei se prefiro a capa original (a laranjona ao lado) ou a capa brasileira. Francamente não sou fã alucinada de nenhuma das duas, mas acredito que a brasileira esteja um pouco mais conectada com a história.  Só não entendo porque toda vez que tem um verde bandeira, cismam em colocar o amarelo pra combinar. E não to brincando, eu acho que fica lindo na bandeira brasileira, mas realy? Neste livro não tem nada haver.

Não quero contar muito mais do livro porque afinal de contas ele é fino, e não quero revelar o final da história. Mas admito que cheguei ao final com lagrimas nos olhos. Lágrimas pela veracidade da história. Lágrimas pelo final realista, como a vida, que nem sempre tem um "happy end". E lágrimas por todos os problemas cuja resolução estão fora do nosso alcance - e que talvez sejam merecidos - mas que nos fazem mais fortes. Porque afinal de contas é  a adolescência. E ela é ou foi  assim... pra Holly, pro Nils, pra Saskia, pra mim e pra você.

Ainda estou querendo todos os outros livros da iD, mas compras agora só no Natal (ou  de presente , quem se solidariza -cof-cof).


34 comentários:

  1. Julianna, boa noite.

    Ótima resenha como sempre. Terminei de ler Meu marido Foi Embora e Agora e também terminei de ler A Bandeja- Qual Pecado Te seduz. Reli ás 50 penúltimas páginas para pode captar bem o final do livro sabe? E sabe o que aconteceu? De verdade? Chorei igual um bebe. Não pensava que o livro iria fazer ( eu ficar feliz e ao mesmo tempo meio trsitonha sabe?). Mas como aconteceu com você nesse livro eu também concordo! Ás vezes temos que voltar parar tudo e zerar para podermos entender ( e realmente nos englobar com a história né?) No momento só entrei mesmo para vê o Lost e escrever a resenha do livro A Bandeja. =p

    Mas eu quero muito ler esse livro Alguém como você! Tem alguma coisa, que me faz querer lê-lo sabe? E depois dessa resenha MARAVILHOSA! Seria impossível não lê-lo.

    Bjokas

    ResponderExcluir
  2. po acabei d ler ele hj, tipo foi numa sentada e no final , ñ acreditei q era o final, geralmente vc espera aquele final e d repente...rsrsrs adorei livro, realmente ñ dá pra voltar a ser cm era antes, me indentifiquei um poco q relação dela e do nils...rsrs adorei o final, e o livro em si vc ve q aquilo sim pode ser real.. curto livros assim..=)

    ResponderExcluir
  3. Oi Juh!

    Pelo que descreveu na resenha, o livro nos faz acreditar em um final e nos surpreende com outro, hum...
    estou acostumada com livros assim, para falar a verdade, adoro ser surpreendida por um livro, mesmo que não seja o que esperamos, diversidade é bom, e é o que torna livros assim emocionantes!

    Quero ler com certeza!


    Boas leituras!
    Thaís :-D

    Xoxo

    ResponderExcluir
  4. ei Juh, eu comprei esse livro e estou ansiosa para começar a ler.

    pela sua resenha deu para perceber com quem ela vai ficar, hauhaua.

    Espero gostar do livro. ^^

    AHH, prefiro a capa brasileira, é bem mais bonita. =)

    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju !!

    Estava esperando esse teu post ! Vi q vc tinha ganho o livro no niver, e quero saber sua oponião sobre ele !!

    A resenha ficou ótimaaaa ... como sempre, vc escreve muito bem !! Gostei da história do livro, e fiquei interessada em ler ! Acho q vou me emocionar tb como vc !!

    Bjs no coração !!

    ResponderExcluir
  6. Ei Ju,

    Eu estava esperando resenhas deste livro e ainda não sei se quero ler, eu achei a sinopse bem legal e a capa, mas estou com medo de ser muito triste rs.

    bjoo

    ResponderExcluir
  7. Parece um livro bem 'light', gostosinho de ler. Por ser fininho, melhor ainda! ;D Eu quero e vou ler esse livro, mas God, tenho vontade de arrancar essa capa nacional... =C
    Geralmente eu começo a ler não gostando de todos os personagens, de todos os começos, mas sempre mudo de ideia depois. rs Vamoos ver se nesse vai ser assim também :)

    Beijos =*

    ResponderExcluir
  8. Poxa... num estou mto nos dramas YA, mas gostei dele, de repente entra na listinha de Natal.

    Bjos=)
    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  9. A trama tem tudo para trazer uma boa história...

    Agora isso que tu disse é bem verdade, sempre que criamos mta expectativa com um livro, ficamos decepcionados, passei por isso algumas vezes e nada melhor do que desencanar do livro e voltar nele depois mesmo.

    Ótima resenha, como sempre...

    Beijão

    ResponderExcluir
  10. Ah Juh, eu li e resenhei o livro, eu amei. Porque ele é diferente de todos os livros Ya paranormais de hoje! :)
    Ele consegue ser realista do jeito que a nossa vida é, eu adorei mesmo o livro e me emocionei com o fim! :)

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Oi Juh!
    O livro parece ser bom mesmo, bem emocionante.
    Acabei de ler o "Sociedade Secret" tbm da Editora ID e tive a maior decepção. Achei o livro muito chato, sem emoção, detestei.
    Tava com medo de pegar trauma dos outros livros, mas parece que esse é bom de verdade neh, fiquei com vontade de ler. Ótima resenha, como sempre.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. ;Ju, sério que vc não curtiu o Sociedade, era um dos que eu mais queria ler!!

    ResponderExcluir
  13. Isso, sua má, faz isso mesmo, deixe as pessoas querendo o livro, morrendo de vontade de ler e levando esporro na sala de aula por não está fazendo o exercicio que o professor disse para fazer.
    Amei a resenha que por acaso me deixou surtando por varios minutos
    Beijinhos, K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha, da vontade de ir correndo comprar!!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, amei a resenha.

    Fiquei com muita vontade mesmo de ler o livro! :)

    bjs!

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho vontade de ler esse livro, mas não é aquela pressa toda, sabe?
    Acho a capa nacional muito bonita (melhor que a original) e acredita que eu nem tinha reparado no verde bandeira e no amarelo? #soumeiolerda É impressionante como sempre combinam essas duas cores, né?
    Normalmente, quando eu começo a ler um livro, eu não leio a sinopse nem nada, e vou deixando a história me levar (e isso realmente acontece - da história me levar - porque eu só leio os livros depois de muito tempo que compro cada um). Acho que vou fazer isso quando for ler este.

    Adorei a sua resenha! =D Beeijo! ;3

    ResponderExcluir
  17. Eu li o livro e tbm tive a mesma relaçao de amor e odio...em momentos realmente pensei em largar o livro... mas me identifiquei muito com o sofrimento de perda da Holly, e talvez doi isso que fez eu ler o livro todo.

    E o final é muito bom, porque realmente não é um fim... e sim um recomeço.

    ResponderExcluir
  18. Uau, estava morrendo de saudades dos livros que já tivessem tradução pra português =)
    Com certeza a capa BR. achei ela muito bonitinha. Em relação a história... Como dizer... É bem adolescente, Eu até gosto de ler livros assim, e vou tentara leitura de *ninguém c omo você* sim. So não sei se vou conseguir essa conectividade com o livro, mais pela sua dica, o negócio é voltar e rele-lo kk' =)
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Puxa, não gosto de ler livro fino não. Me dá agonia parece que vai acabar de repente.A capa é engraçadinha.Bjkss

    ResponderExcluir
  20. Ultima chance, a Ju esqueceu de comentar que ganhei dois convites para a pre-estreia do Harry Potter 7, No RIO de Janeiro. E que vou sortear HJ os dois ingressos a tarde.
    Mais informação no >
    http://www.cdef.com.br/fun/promoc-o-pre-estreia-harry-potter-7-rj

    ResponderExcluir
  21. Muito ansiosa pelo livro, por todos terem essa relação de amor e odio com ele me deixou tão curiosa, tomara que o meu chegue logo, beijos.

    ResponderExcluir
  22. Ahh,
    mas um livro pra minha lista de vou ler =)
    kkkkk
    realmente quero ler este!

    ResponderExcluir
  23. Acho que vou dar uma chance ao livro...rs
    Bjo.

    ResponderExcluir
  24. AWWW, morri de vontade de ler agora!
    O livro em inglês tá chegando pra mim pelo blog tour, aí não sei se leio primeiro em EN, ou primeiro em PT ou se tento ler os dois ao mesmo tempo pra ir vendo detalhes da tradução!

    Amei a resenha, Ju! *.*

    ResponderExcluir
  25. Legal a resenha, me deu vontade de ler o livro, embora eu esteja evitando livros com finais que aparentemente podem me fazer chorar XD

    ResponderExcluir
  26. Esse livro foi um dos meus preferidos em outubro. Devorei tudinho em um dia... adorei!
    Foi bem clichê em algumas partes mas em outras me deixou com a boca aberta. O Nils foi um amorzinho o tempo todo, fiquei encantada. A Saksia (ainda inconformada com esse nome!!) foi meio que surpreendente pois de uma patricinha sebosa passou para super cool.
    E nem preciso falar da capa né? Linda!!! Bem teen.

    Foi bom saber que vc tbm gostou, e como vc tbm quero todos da iD. To babando agora, Blue Bloods... lindo mesmo, que olhos maravilhosos são aqueles na capa!!! Vou surtar...

    Beijokas,

    Lisse

    ResponderExcluir
  27. Ju, adorei sua resenha!
    Fiquei com mais vontade ainda de ler o livro.. E foi bom saber que o ideal é deixar as expectativas de lado, sofro muito com esse tipo de decepção u.u

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  28. Acho que todos que leêm esse livro sente uma relação amor e ódio... Os sentimentos da Holly são muito confusos.

    Sobre a capa, eu prefiro a em inglês, mas a do paperback, vc já viu?

    O livro é ótimo e sua resenha também.

    Bjs
    Mari
    Psychobooks

    ResponderExcluir
  29. Concordo, um saco total colocarem verde-bandeira com amarelo! Super uó!
    Mas o livro parece bonitinho! Até dá vontade de ler, mas só mais pra frente!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Oi Ju!

    Li o post em que você dizia que tinha ganho o livro de aniversário... fiquei curiosa, "fuçei" a internet e estava doida por uma resenha sua sobre ele! Agora estou mais doida ainda para lê-lo! Ótima resenha, como sempre! :-)
    Sabe que acontece direto comigo esta história de dar outra chance pra um livro? hahahaha as vezes começo a ler, não simpatizo e deixo de lado. Depois quando estou em outra vibe, pego ele de novo... a louca! kkk

    Bjs

    Ah! Uma pergunta: ainda posso entrar no movimento "Patch pega eu" ? Acabei de ler " Susurro" (atrasada Mode on!) e estou louuuuca por ele! kkkkk

    ResponderExcluir
  31. Se eu pudesse comprava todos os lançamentos da ID de uma vez só!! rs... Por enquanto já tenho 4... e esse ainda não é um deles!! Mas está na lista dos próximos!!!
    Beijos!
    Camila

    ResponderExcluir
  32. eu já vi esse livro na Saraiva, mas a sinopse simplesmente ñ me interessou... entaum eu vi a sua resenha, e agr estou com uma vontadinha de ler! rs
    eu acho a capa brasileira linda *-*'
    Bjs,
    Isa.

    ResponderExcluir
  33. Eu acabei de ler, me fez chorar. Me lembra do meu ex-melhor amigo, nos conhecemos na praia e tb tínhamos um barraco, aos poucos a gente se afastou ele é 4 anos mais velho, qando eu o vejo me da friu na barriga e imagino que nele tb. Sinto mt falta dele D;. Esperava um final mais.... digamos feliz, mas acabou que nem a minha história. Bjs

    ResponderExcluir
  34. Só fiquei meia triste com o final do livro, pois a Holly sofre o livro todo mas não fica com ninguém, mas é um livro maravilhoso!!

    ResponderExcluir

Um lugar para se discutir sobre a literatura conhecida como Chick–Lit. Romances, leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna,inteligente e audaciosa. Resenhas e entrevistas exclusivas!


Regras
- Comentários Anônimos não serão publicados nem respondidos.
- Não faça propaganda de blogs/sites nos comentários.
- Não peça parcerias pelos comentários, use o Formulário.
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Respostas sempre nos próprios comentários.

Os comentários dos leitores não refletem a opinião da autora do blog, e são de responsabilidade exclusiva dos mesmos.